São Sebastião - Quem foi? Qual sua importância?

São Sebastião é um santo da Igreja Católica. Foi um soldado romano e morreu por professar  a fé em Cristo Jesus.

O Dia de São Sebastião é celebrado anualmente em 20 de janeiro.

História de São Sebastião

Sebastião era filho de uma família nobre e militar, nasceu em Narbona, França, mas foi educado em Milão. Ele se tornou capitão da primeira corte da guarda pretoriana. Era respeitado por todos e apreciado pelo imperador romano, que não sabia que ele era cristão.

Sebastião cumpriu a disciplina militar, mas não participava de sacrifícios idólatras. Além disso, como bom cristão, ele exerceu o apostolado entre seus companheiros, visitou e encorajou os cristãos presos por causa do evangelho.

Por viver assim foi denunciada ao imperador Maximino, que o forçou a escolher entre ser seu soldado ou seguir Jesus Cristo. Sendo assim, o santo escolheu a sua fé em Cristo.

Por sua escolha foi esnobado e ameaçado de morte pelo Imperador romano, entretanto, se manteve firme e sua decisão. Isso enfureceu Maximino, que mandou mata-lo para servir de exemplo e desencorajar os outros cristãos.

Foi condenado a morrer por flechadas, após ser ferido foi deixado sangrando para morrer. Porém, ele continuou vivo e foi levado e escondido por outros cristãos que cuidaram dele.

Depois de curado o santo continuou pregando o evangelho, e por isso foi mais uma vez condenado à morte. Dessa vez foi açoitado e jogado em um poço para que não fosse encontrado, mas pela graça divina, ele apareceu a uma senhora e disse onde o seu corpo estava, e assim foi dignamente sepultado.

Importância de São Sebastião

São Sebastião é importante porque é um dos santos mais populares da igreja. O culto a ele é muito antigo. O santo é invocado contra a peste e contra os inimigos da religião. Além de ser chamado de Apolo cristão, pois é um dos santos mais reproduzidos pela arte em geral.