Sagrado Coração de Jesus - Qual a história deste item católico tão importante?

Foi revelado em 27 de dezembro de 1673 o Sagrado Coração de Jesus. Foi nesse ano que o próprio Jesus Cristo aparceu para a Santa Margarida Alacoque uma freira que pertencia a uma Congregação que era conhecida na época como Ordem da Visitação.

A aparição de Jesus Cristo foi durante uma exposição do Santíssimo Sacramento, foi Santa Magarida teve a visão de Jesus por duas vezes e nas suas aparições Jesus pediu que ela divulgasse a devolução a devoção ao seu Sagrado Coração.

Santa Margarida garantiu que apararia sobre o Coração de Jesus e o conduziu a seu reinado a uma gloriosa gloria e foi quando a França atingiu um grande numero de católicos através de uma restauração da civilização cristã.

O mais importante para os cristãos sobre o significado do Coração de Jesus é por ser um órgão vital e a sua devoção está por esta ligada a vontade humana, expressando a santidade humana.

O coração é onde guardamos o que a de melhor e que guardamos as vontades mais sinceras é por isso que adoramos o Sagrado Coração de Jesus, Deus é infinito de amor.


Aqui estão as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus:
  1. “A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de Meu Sagrado Coração”;
  2. “Eu darei aos devotos de Meu Coração todas as graças necessárias a seu estado”;
  3. “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias”;
  4. “Eu os consolarei em todas as suas aflições”;
  5. “Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte”;
  6. “Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhos e empreendimentos”;
  7. “Os pecadores encontrarão, em meu Coração, fonte inesgotável de misericórdias”;
  8. “As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção”;
  9. “As almas fervorosas subirão, em pouco tempo, a uma alta perfeição”;
  10. “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos”;
  11. “As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no Meu Coração”;
  12. “A todos os que comunguem, nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna”.